Desenvolvemos unidades habitacionais com excelente custo x benefício,
primando pela qualidade de nossos empreendimentos e pela plena satisfação de nossos clientes.

FALE CONOSCO
Como cultivar plantas em apartamentos

Aprenda como cultivar plantas em seu apartamento

 

Quem mora em um apartamento tamb√©m deseja ter um pouco de natureza espalhada pelos c√īmodos. As plantas, al√©m de deixarem o ambiente com ar mais puro, s√£o leves, agrad√°veis, melhoram nosso humor e d√£o aquele toque de mestre na decora√ß√£o.

 

Saiba que há uma infinidade de espécies conforme a sua rotina: se você vive trabalhando, viajando ou pode cuidar da jardinagem diariamente. As plantas ideais para apartamentos são aquelas que exigem pouca luz e pouca água.

 

Como começar

 

A primeira etapa inclui selecionar o tipo de planta que mais combina com você. As mais indicadas para apartamentos são: cactos, samambaia, suculentas, lança de São Jorge, rosa de pedra, palmeira-ráfia, costela-de-Adão e bromélia, todavia, existem centenas de outras espécies.

 

Voc√™ deve levar em conta antes de tudo o espa√ßo, o clima e a luz natural. Considerando esses pontos, sua plantinha poder√° crescer e evoluir sem maiores complica√ß√Ķes.

 

Sua disponibilidade

 

De nada adianta comprar uma planta e não cuidar. Ao optar por determinada espécie, considere o tempo que você tem disponível para regá-la por exemplo. Alguns tipos necessitam de água diariamente, assim como devem ser movidas todos os dias.

 

Ambiente

 

Escuro: espada de São Jorge, jiboia, e palmeira-ráfia podem ser inseridas em espaço sem nenhuma luz natural.

 

Sombra: costela-de-Ad√£o, sing√īnio, dracena e l√≠rio da paz est√£o aptas a locais com pouca luz natural. Este ambiente √© indicado para plantas de at√© 30 cm de altura e com folhas escuras.

 

Meia sombra: palmeirinha, ant√ļrio, avenca, chifre de veado e zamioculca s√£o plantas que devem receber luz indireta pelo menos durante quatro horas por dia. Este modo de cultivo √© recomendado para plantas que tem cerca de 1 metro de altura.

 

Claro: bromélias, orquídeas, samambaias, areca e pacová requerem luz natural direta 1 hora por dia. Ambientes claros são sugeridos para plantas acima de 1,2 metros de altura.

 

Espacinhos dedicados

 

Os terr√°rios podem ser uma √≥tima pedida para cultivar plantas min√ļsculas. Eles podem ser criados a partir de aqu√°rios, tigelas ou mesmo garrafas. A dica aqui √© seguir um padr√£o que dar√° aquele toque de criatividade sensacional na decora√ß√£o do ambiente.

 

Cuidados recorrentes

 

As plantas também têm vida e requerem os olhos voltados a elas. Independentemente da escolha da plantinha que melhor der match com seu coração, você deve cuidar dela. Aí vão algumas dicas básicas:

 

√ľ  Mantenha a terra sempre √ļmida, sem exagerar;

√ľ  Remova folhas e flores que morrem para evitar fungos;

√ľ  Coloque areia nas que s√£o cultivadas em vasos para evitar √°gua parada/dengue na base;

√ľ  Posicione as plantas pr√≥ximas a uma janela para receber luz natural;

√ľ  Adube para prover nutrientes e um crescimento linear saud√°vel. O processo de adubagem pode seguir aquele pronto vendido em floriculturas ou voc√™ mesmo pode criar com restos org√Ęnicos em casa.

 

Seja qual for a planta que voc√™ optar para cultivar em casa, preste sempre aten√ß√£o no tipo e cuidados necess√°rios. Voc√™ pode detalhar as informa√ß√Ķes com o vendedor da floricultura, por exemplo.

 

Ap√≥s inserida no seu apartamento, deixe a imagina√ß√£o rolar: se sua vontade sempre foi criar um espa√ßo dedicado para todas elas ou mesmo espalhadas pelos ambientes para decorar, o importante, certamente, √© que todas elas trar√£o mais vida e bem-estar no seu cotidiano.